Governo do Distrito Federal
31/01/22 às 8h42 - Atualizado em 31/01/22 às 8h48

SEAC homenageia dia da Visibilidade Trans

 

Por ocasião do Dia da Visibilidade Trans, celebrado em 29 de janeiro, a Secretaria de Atendimento à Comunidade do DF em respeito a diversidade de identidade de gênero no Brasil reconhece o esforço de lideranças, ativistas e membros dessa comunidade pela luta contra o preconceito que infelizmente ainda existe no país nesse tema.

 

O secretário Severino Cajazeiras menciona a servidora da pasta, Kyara Zaruty, destacada militante, que defende sobre a importância de se ir além de alertar sobre números alarmantes relacionados à violência promovida por ódio e preconceito contra a população transexual. “Temos muito mais a debater e resolver questões também como saúde e oportunidade de trabalho”, são conceitos defendidos por Kyara.

 

De acordo com dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), a expectativa de mulher transgênera ou travesti no Brasil é de apenas 35 anos, número que representa menos da metade da média nacional, que é de 76 anos. Apenas no primeiro semestre de 2021, 89 pessoas trans foram mortas no Brasil. Os números colocam o país, como acontece anualmente, entre os que mais matam em razão da transfobia no mundo.